A baixa adesão do público-alvo (crianças e adolescentes menores de 15 anos) aos esforços de vacinação em todo o País fez com que a Secretaria de Saúde de Barueri aderisse à prorrogação da campanha de vacinação contra a Poliomielite e multivacinação até 31 de outubro.

A medida visa permitir aos pais ou responsáveis atualizar a caderneta de vacinação das crianças e dos adolescentes, uma vez que é fundamental a adesão massiva da população para manter a erradicação de algumas doenças ou impedir o retorno de outras, casos do Sarampo e da Poliomielite.

Conforme os números levantados pela gestão municipal, a cobertura vacinal até o final de agosto não chegou atingir a 60% do público-alvo. Assim, até o fim do mês, a Prefeitura de Barueri vai oferecer todas as vacinas do calendário básico de vacinação.


Calendário
Estão disponíveis imunizantes como a vacina oral contra a Poliomielite (VOP), assim como as demais do calendário nacional (veja tabela abaixo), como difteria, tétano, coqueluche, sarampo, hepatite A e B, tuberculose, febre amarela, entre outras.

Na cidade, a vacinação acontece em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) durante seus horários de funcionamento.  Veja os endereços e horários das UBSs AQUI. Para se vacinar, é preciso apresentar a caderneta de vacinação, assim como documento de identificação com foto.


Vacina Covid
No caso da vacina contra a Covid-19, a dose pode ser administrada de maneira simultânea com as demais ou com qualquer intervalo perante os outros imunizantes. Estão sendo aplicadas doses em todos os públicos preconizados, ou seja, crianças a partir de 3 anos, adolescentes e adultos.


Unicef
Um alerta importante sobre a importância da imunização das crianças e adolescentes vem do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). "Vacinas salvam vidas. As doses contra o sarampo evitaram mais de 21 milhões de mortes entre 2000 e 2017. Em 2020, o Brasil registrou mais de 8.400 casos, não só em crianças", apontou o Unicef.

A coordenadora de Vigilância em Saúde de Barueri, Rosana Perri Andrade Ambrogini, alerta que "é de fundamental importância que toda a população-alvo compareça aos serviços de saúde, levando a caderneta de vacinação para que os profissionais de saúde possam avaliar se há alguma vacina que ainda não foi administrada ou se há doses que necessitam ser aplicadas para completar o esquema vacinal preconizado nesse calendário".

 

Idade

Vacina

Prevenção

Ao nascer

BCG, HEPATITE B

Turbeculose, Hepatite B

Dois meses

 

 

VIP PENTAVALENTE

(DTP + Hib + Hepatite B), ROTAVÍRUS, PNEUMOCÓCICA 10 VALENTE

Poliomielite (paralisia infantil), Difteria, tétano, coqueluche, doenças

causadas pelo hemófilo b, hepatite B, Doença diarreica causada por rotavírus, Doenças causadas pelo pneumococo

Três meses

MENINGOCÓCICA C

Doenças causadas pelo

meningococo C

Quatro meses

 

VIP PENTAVALENTE

(DTP + Hib + Hepatite B), ROTAVÍRUS, PNEUMOCÓCICA 10 VALENTE

Poliomelite (paralisia infantil), Difteria, tétano, coqueluche, doenças

causadas pelo hemófilo b, hepatite B, Doença diarreica causada por rotavírus, Doenças causadas pelo pneumococo

Cinco meses

 

MENINGOCÓCICA C

Doenças causadas pelo

meningococo C

Seis meses

 

VIP PENTAVALENTE

(DTP + Hib + Hepatite B)

 

Poliomielite (paralisia infantil), Difteria, tétano, coqueluche, doenças

causadas pelo hemófilo B, hepatite B

nove meses

FEBRE AMARELA

Febre amarela

12 meses

 

SARAMPO - CAXUMBA - RUBÉOLA (SCR), MENINGOCÓCICA C, PNEUMOCÓCICA 10 VALENTE

 

Sarampo, caxumba e rubéola, Doenças causadas pelo meningococo C

Doenças causadas pelo pneumococo

15 meses

 

VOP, DTP, HEPATITE A TETRAVIRAL (SCR + Varicela)

 

Poliomielite (paralisia infantil), Difteria, tétano e coqueluche, Hepatite A, sarampo, caxumba, rubéola e varicela

Quatro anos

 

VOP, DTP, VARICELA, FEBRE AMARELA

Poliomelite (paralisia infantil), Difteria, tétano e coqueluche, Varicela (catapora), Febre amarela

Anual

INFLUENZA

Gripe


Informações: Eduardo Luiz Correia
 Foto:  Ricardo Santos