Mais uma vez os investimentos em tecnologia feitos pela Prefeitura de Barueri e a integração entre o serviço operacional e de inteligência da Secretaria de Segurança e Defesa Social (SSUDS) do município contribuem para a resolução de crimes. 


Nesta madrugada (dia 11), por volta da meia-noite, nove homens invadiram a garagem da empresa Mercado Livre, que possui um centro de distribuição em Barueri, e roubaram seis veículos novos do modelo Renault Master. Durante a ação os criminosos amarraram dois funcionários que estavam em serviço. 


Acionada, a Guarda Civil Municipal (GCM) chegou rapidamente ao local. A Central de Monitoramento Integrado acompanhou a ocorrência e captou a fuga em direção à capital paulista, alertando a polícia militar de São Paulo.  


Riqueza de detalhes 

Graças à rápida ação da GCM e aos aparatos tecnológicos de última geração da Segurança de Barueri, como o amplo sistema de monitoramento em vídeo composto por mais de 520 câmeras, a PM conseguiu interceptar os carros, que fugiam em comboio.  


A ação coordenada resultou na recuperação de cinco das seis vans levadas e na prisão de três criminosos. A ocorrência ainda está em curso, uma vez que a polícia trabalha para encontrar a última van roubada e prender os demais envolvidos no delito 


A perseguição só foi possível graças ao sistema OCR (Optical Characters Recognition) de leitura de placas, que identificou o local exato por onde as vans circulavam no momento da fuga. Com a tecnologia rica em detalhes, os agentes da GCM verificaram que os veículos já estavam na cidade de São Paulo e informaram à PM os locais exatos para interceptação.  


Sistemas integrados 

O coordenador operacional da Guarda de Barueri, Leandro Hengles Siqueira, falou sobre a importância da tecnologia OCR, que reconhece os caracteres da placa, assim como os convênios que Barueri tem com o sistema Córtex, do governo federal, e com o Detecta, do governo estadual.  


"São sistemas de banco de dados para reconhecimento principalmente de veículos. Todo município que tenha convênio com o Córtex e tenha câmeras com essa tecnologia OCR consegue rastrear o caminho dos veículos.  Isso foi primordial para a prisão desses meliantes, tanto que essas placas foram localizadas transitando pela marginal e depois lá no extremo da Zona Leste", frisa Siqueira 


A Central de Monitoramento Integrado de Barueri conta com 520 câmeras que cobrem a cidade toda. Dessas, 38 possuem a tecnologia OCR.  

 

        Informações: Aliz Lambiazzi

          Foto: Benjamim Sepúlveda / Secom